Branding em transformação e a comunicação no trabalho forma os temas debatidos

Mais de 60 empresários, empreendedores, candidatos a novos negócios, professores e universitários lotaram o auditório da FACHA (Faculdades Integradas Hélio Alonso), na última quinta-feira (3), na 6ª edição do Comunicação Empreendedora, em Botafogo, onde foi debatido a comunicação corporativa e o ambiente de negócios com diversidade etária. O ‘Branding em Transformação’ e ‘Pensar a Forma de se Comunicar no Ambiente de Trabalho’ foram os temas debatidos. 

Os palestrantes foram Pedro Segreto, Mestre em design, e Bia Ferreira, Gestora de aceleração de startups do programa BNDES Garagem.

“São questões que o Branding nos leva a pensar: Como fazer a gestão de sua marca nos tempos atuais?; Como torná-la mais conhecida e querida pelo público?; Como ela age; Como se dá a visibilidade e o posicionamento no mercado; Como é alinhado entre os colaboradores da empresa. São questões relevantes”, observa Pedro Segreto.

O designer acrescenta que o público está sendo transformado pela digitalização das mídias. “Tomar consciência dessa ferramenta é importante quando vender a marca é mais abrangente”, comentou.

Bia Ferreira exaltou o evento.

“Hoje estamos vivendo uma época de incríveis oportunidades que nunca tivemos tantas pessoas de gerações diferentes trabalhando ativamente: baby bommers, gerações X e Y, e a geração Z, que começa a entrar ativamente no mercado de trabalho. Com tantas pessoas de diferentes gerações temos que ter muita perspicácia na comunicação. Na palestra, vimos quais as formas de comunicação de cada geração e como ser mais estratégico usando essa informação para alavancar a carreira”, explica Bia.

O arquiteto Anselmo Barreto saiu empolgado com o que ouviu.

“Sobre o Branding, ficou claro o entendimento da importância da marca se revelar de forma bem verdadeira. E também entender o mundo “vuca” que vivemos para que sejamos ágeis sem perder nossa essência”, analisou.

Anselmo ressaltou a forma de se comunicar entre as gerações.

“O comparativo realizado entre as diversas gerações, X Y e Z esclareceu de forma bem clara a importância do entendimento das divergências de gerações para nosso relacionamento pessoal e profissional. O conteúdo foi excelente”, comentou.

Os objetivos do evento são proporcionar a reflexão, o conhecimento e a prática da comunicação assertiva em diferentes segmentos de mercado para gerar negócios. “É importante pensar a comunicação como uma ferramenta para gerar conexões, network e negócios”, explica Marcos Nahmias, idealizador do evento.

Toda a programação foi traduzida em Libras.

“Não importa o tipo de necessidade que a pessoa tenha, ela precisa ter esse acesso disponível em sua vida cotidiana. Garantir a acessibilidade é fundamental por se tratar de uma questão de cidadania. A nossa proposta no evento é participar levando os interpretes de libras para dar apoio e atendimento surdos, além de incluir criando empatia”, dizem Ana Lúcia Motta, Diretora da All Dubbing.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.