Rio de Janeiro – 09-10-2019 – Ação do Startup Rio dia das crianças. Fotos: Carlos Magno

Além de distribuição de brinquedos, festa contou com uma estação de jogos digitais

Os pequenos pacientes do Hemorio ganharam, nesta quarta-feira (09/10), a tradicional festa em celebração ao Dia das Crianças, na quadra da escola de samba São Clemente. Neste ano, a iniciativa da Fundação Pró-Hemorio contou com a parceria do Startup Rio, que levou uma estação de jogos digitais que animou cerca de 130 crianças e jovens em tratamento de doenças hematológicas como câncer, anemia falciforme, hemofilia, entre outras. Os games foram idealizados pelas startups aceleradas pelo programa de apoio ao desenvolvimento do empreendedorismo e da inovação do Estado.

– Convidamos as startups de games para participarem desta celebração de Dia das Crianças de forma a realizar uma missão solidária. É uma interação entre as crianças, que estão passando por um momento de vulnerabilidade, com os empreendedores. Alguns deles idealizaram os jogos que transmitem valores e lições bacanas que ajudam a repensar alguns hábitos, como alimentação saudável. Os games podem trazer uma conscientização e um novo olhar para as crianças e jovens – explicou o coordenador geral do StartupRio, Paulo Espanha.

A Startup Workaround Games levou dois tipos de games – o ‘Elemental Rush’ e o ‘Gatos vs Pepinos’. Ítalo Nievinski cresceu no mundo dos games e acredita que o mundo virtual pode ser um grande aliado no desenvolvimento infantil.

– Acredito que o papel das startups é causar impacto na sociedade. Por isso, participar de um momento desses cumpre esse objetivo. Os jogos, além de promover momentos de diversão, podem ter uma função educativa e ajudar crianças no aprendizado – disse Ítalo.

Progresso durante o tratamento

Responsável pelo setor de humanização da Fundação Pró-Hemorio, a enfermeira Mayara Medeiros, falou sobre o impacto positivo de celebrações junto aos pacientes mirins.

– As festas do Hemorio acontecem na Páscoa, Dia das Crianças e no Natal e são momentos muito especiais porque servem para que as crianças possam enxergar a instituição não somente como um local de tratamento, mas um local de cuidado para a toda a família. Este ano, o Startup RIO trouxe os jogos eletrônicos, que as crianças maiores adoram, e foi um dia recheado de diversão. O impacto disso é o alívio da dor e do sofrimento e vemos isso a partir do momento em que os pacientes retornam ao Hemorio mais tranquilas – contou Mayara.

Foi através do teste do pezinho que Hadassa de Lemos descobriu que a filha, Hanna de Lemos, tinha anemia falciforme, uma doença crônica que altera os glóbulos vermelhos do sangue.

– A Hanna fica contando os dias para a festinha. Isso ajuda muito no tratamento porque ela consegue entender que nem tudo no hospital remete à doença. Minha filha tinha medo de ir Hemorio, mas hoje sabe é que lugar que vai para melhorar e ainda se diverte também – falou Hadassa.

A celebração ainda contou com atividades de pintura, cosplay, apresentação de palhaços e outras brincadeiras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.