Presidente da sessão, Presidente do Senado, senador Renan Calheiros (PMDB-AL)

Senadores petistas teriam se reunido para um almoço com Renan Calheiros na tarde de segunda-feira (9) para sondar se o presidente do Senado estava disposto a dar mais tempo para os governistas tentarem barrar o processo de impeachment que sofre a presidente Dilma Rousseff.

Segundo o colunista Leandro Colon, da Folha de S. Paulo, Calheiros teria dito que Dilma teve tempo o bastante para conter a votação e que a votação no Senado está perdida. Ele teria argumentado que a equipe da presidente teve quatro meses para conseguir 172 votos na Câmara, e não conseguiu.

Teriam participado da conversa os senadores Humberto Costa, Paulo Rocha e Gleise Hoffmann, do PT, e Vanessa Grazziotin, do PC do B. Também estariam presentes o presidente da comissão especial do impeachment, Raimundo Lira, do PMDB, o líder da bancada do PMDB, Eunício Oliveira, e o senador Omar Aziz.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.