Nesta terça-feira (3), ocorreu a aula inaugural da disciplina de ciências robóticas no Centro Cultural Mestra Bida, na Chã do Pilar. A Prefeitura do Pilar, por meio da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, apresentou a matéria para centenas de estudantes há cerca de uma semana. Alunos de seis escolas municipais apresentaram seus protótipos.

“Eles são resultado da curiosidade que a robótica despertou em nossos alunos, que tiveram menos de dois dias para desenvolver seus projetos. E é muito gratificante poder proporcionar esse tipo de conhecimento, além de perceber que eles têm evoluído rapidamente, podendo, inclusive, seguir carreira nesta área”, destacou o professor Emerson Silva, falando sobre o alcance da iniciativa.

O estudante Luan Gomes tem 10 anos e é aluno da Escola de Educação Básica Sueli Chagas. No início, ele relatou que ficou “sem saber o que fazer”. Mas, com a orientação de quem domina o assunto, ele se rendeu aos projetos. “Fiquei um pouco nervoso no começo, mas depois ganhei confiança e, hoje, estou muito feliz porque vim mostrar o meu trabalho para tanta gente”, disse ele, que criou um carrinho controlado via bluetooth.

A professora Vanessa Santos, que atua em uma das escolas contempladas, Vanessa Santos, foi outra que se entusiasmou com a iniciativa. “Todos estão muito animados com a novidade. Começamos pelos alunos que já haviam feito algo parecido em casa, sob a supervisão dos pais. Os demais estudantes, portanto, virão na sequência. A robótica é algo lúdico e também chama a atenção, inclusive, dos mais inquietos. Foram apenas dois dias, mas já percebemos um avanço significativo porque este conhecimento pode ser aplicado em várias outras áreas, a exemplo da matemática.”

O secretário Municipal de Educação, Clewinho Cavalcante, afirmou como o objetivo é preparar os alunos para a 1ª Mostra de Robótica do Pilar, ainda prevista para este ano. “E vamos levar esta disciplina para todas as escolas da rede já em 2023. A repercussão tem sido grande, e isso é consequência não apenas do enorme interesse dos alunos, mas também do engajamento de nossos profissionais. É dessa forma que nossa juventude irá cada vez mais longe”, falou o secretário.

Por sua vez, o prefeito de Pilar, Renato Filho, disse que a robótica é um passo a mais para a oferta de uma educação de qualidade. “A educação sempre foi a base do nosso crescimento. Jamais o Pilar iria evoluir tanto, como está evoluindo, se não fosse a educação. Lá atrás, em 2019, fomos além quando compramos os chromebooks, levamos internet para as residências dos alunos e trouxemos o Google for Education. Hoje, chegou a hora de investir também na robótica. É dessa forma que construímos uma educação cada vez mais sólida”, ressaltou o prefeito.

Equipes de robótica de Atalaia e do Sesi Benedito Bentes também estiveram presentes no encontro.

*com informações da assessoria.
Fonte: TV Gazeta

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.