Paraná divulga números da gripe e reforça a prevenção. A vacinação contra a gripe terminou em 31 de maio para o público-alvo da campanha. O saldo de doses está disponível para toda a população a partir de 03/06. A secretaria estadual segue orientação do Ministério da Saúde de atingir 90% de cobertura vacinal. Curitiba, 06/06/2019 - Foto: Geraldo Bubniak/ANPr

Após a iniciativa, equipe britânica trabalha com colegas em Paris para testar antídoto em macacos. Em caso positivo, teste em humanos acontece em julho

Uma equipe de pesquisadores do Imperial College, em Londres, acredita que está próxima de desenvolver uma vacina contra a Covid-19 após testá-la com sucesso em camundongos, informou neste sábado (14) o jornal britânico “The Daily Express”.

O grupo liderado pelo especialista em infecção mucosa e imunologia, Robin Shattock, está atualmente trabalhando com colegas em Paris para testar o antídoto em macacos. Portanto, se os resultados forem positivos, ele poderá ser testado em seres humanos em junho e uma vacina esteja disponível dentro de um ano.

O pesquisador Paul McKay disse ao jornal que analisou os resultados da injeção da vacina em ratos há um mês e diz que “funciona muito, muito bem”.

“Se recebermos financiamento para testes clínicos em humanos, faremos isso em junho”, diz o especialista, acrescentando que a ideia seria que o antídoto estivesse pronto para ser administrado aos pacientes no prazo de um ano.

Laboratórios de todo o mundo estão colaborando e trabalhando contra o relógio para desenvolver uma vacina contra o novo coronavírus, embora seja improvável que haja uma para enfrentar esse primeiro surto e já seria para os seguintes.

Até sexta-feira (13), a covid-19, doença causada por esse vírus, causou 5.069 mortes em todo o mundo, o que representa 3,7% do total de infectados.

Fonte: R7 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.