O Brasil tem mais de 100 mil casos confirmados da COVID-19, segundo balanço divulgado pelo Ministério da Saúde na tarde deste domingo (3). O país confirmou 4.588 casos do novo coronavírus nas últimas 24 horas, totalizando 101.147 diagnósticos.

De acordo com a pasta, o número de mortes chegou a 7.025, com 275 novas mortes. Com o número, o Brasil já tem mais mortos pela COVID-19 do que a Alemanha. O país europeu registra 6.840 mortos, segundo números da Universidade Johns Hopkins.

A marca de 7 mil mortes é atingida apenas dois dias depois de ultrapassar a de 6 mil, registrada no feriado de 1º de Maio. O Brasil é o nono país com o maior número de mortes relacionadas à COVID-19, segundo a comparação com os números da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Outras 1.364 mortes estão sendo investigadas para a possibilidade de relação com COVID-19. Segundo o Ministério da Saúde, 42.991 pessoas já se recuperaram da doença. Outras 51.131 seguem em acompanhamento.

Dados regionais

Em relação ao número total de casos, São Paulo é o estado que concentra a maior quantidade de registros. São 31.772 casos, com 2.627 mortes. Na sequência, aparecem o Rio de Janeiro (11.139 casos, com 1.019 mortes), Pernambuco (8.643 casos, com 652 mortes), Ceará (8.370 casos, com 663 mortes) e o Amazonas (6.683 casos, com 548 mortes).

Em relação à incidência média, em que os casos são colocados em proporção para cada um milhão de habitantes, a Região Norte aparece como destaque negativo. São estados menos populosos que os do Sul e Sudeste, mas que estão registrando alta incidência proporcional de casos.

O Amapá é o estado com o maior índice sob essa perspectiva, com 1.752 casos a cada um milhão de habitantes (incidência maior que os casos totais porque o estado, segundo números mais recentes do IBGE, tem apenas cerca de 845 mil habitantes).

Na sequência, aparecem o Amazonas (1.612 casos/milhão) e Roraima (1.222/milhão). Estes são os três estados que têm mais de 1.000 casos a cada um milhão de habitantes. Ainda na região, Acre (745 casos/milhão), Pará (449/milhão), Rondônia (397/milhão) e Tocantins (156/milhão).

As menores incidências médias por número de casos são registradas nos estados do Mato Grosso (97/milhão) e Mato Grosso do Sul (98/milhão).

Fonte: CNN Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here