A Defesa Civil Estadual divulgou, no final da manhã desta sexta-feira (27), um boletim atualizado com o número de pessoas afetadas pelas fortes chuvas em Alagoas. Houve um aumento de 294 pessoas em relação ao boletim que foi divulgado no final da tarde de ontem. Agora, são 3.572 pessoas atingidas pelo temporal, sendo 1.752 desabrigadas e 1.820 desalojadas.

Entre os 33 municípios afetados, São Miguel dos Campos é o que encontra-se em pior situação, com 525 pessoas desabrigadas e 432 desalojadas, totalizando 957 pessoas afetadas pelas chuvas.  Na capital, a Defesa Civil Estadual registrou 89 pessoas desabrigadas e 485 desalojadas. Outros municípios bastante atingidos pelas chuvas são Rio Largo, com 297 desabrigados; Feliz Deserto, com 272 desabrigados e desalojados; e Coruripe, com 261 desabrigados.

Apesar da trégua nas chuvas, o monitoramento hidrometerológico da Sala de Alerta da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) informa que os níveis dos rios Mundaú e Paraíba permanecem elevados, impactando nas lagoas Mundaú e Manguaba, mantendo os riscos de transbordamento durante esta sexta-feira (27).

O volume de águas das lagoas deve permanecer em elevação, agravando ainda mais a situação dessas áreas, no decorrer dos próximos dias. O Rio Jacuípe permanece acima de sua cota de transbordamento, com elevação gradual. A cota de alerta para cheia é de 530 cm, e às 9h desta sexta-feira, a cota apresentou 560 cm, com tendência de elevação.

O Rio São Miguel segue elevado, com pontos de transbordamento, porém com tendência de diminuição de sua cota nas próximas horas. Os rios Santo Antônio, Camaragibe e Manguaba também seguem elevados, porém com tendência de diminuição de suas respectivas cotas.

Com assessoria*

Fonte:TV Gazeta

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.