A Prefeitura Municipal organizou um mutirão de limpeza para lidar com o lixo despejado pelas correntes marítimas nas praias de Porto de Pedras, no litoral norte de Alagoas. As equipes retiraram mais de meia tonelada de material das areias. A Praia de Lages, localizada na área da Boca de Barra, foi a mais atingida. Todas as correntes de maré passam por esse ponto, carregando todo o lixo marinho.

Os trabalhadores retiraram centenas de copos descartáveis e outros materiais já em estado de degradação. De acordo com pescadores, nos últimos dias, correntes muito fortes na região destruíram até redes de pesca, também encontradas na praia e recolhidas pela Guarda Ambiental.

A secretária de Meio Ambiente, Flávia Rego, destacou a impossibilidade da quantidade de lixo encontrada ter saído do continente. As equipes do mutirão perceberam que o lixo estava na linha da maré, comprovando que veio do oceano. Assim, a gestora continua preocupada, pois as marés ainda trazem mais lixo para a costa.

O prefeito de Porto de pedras, Henrique Vilela, aderiu à aliança brasileira pela cultura oceânica, projeto do ministério da Ciência e Tecnologia, para implementação de ações locais alinhadas com metas nacionais e globais da Década do Oceano. O foco está na promoção da cultura oceânica para o desenvolvimento sustentável.

O ordenamento urbano e a limpeza são preocupações do gestor, que vem investindo permanentemente em equipamentos e ações para garantir que o turismo cresça com sustentabilidade.

Fonte: TV Gazeta

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.