Nos dias 19 e 20 de maio, as unidades de saúde do Município participarão de um mutirão de acompanhamento das Condicionalidades de Saúde do Programa Bolsa Família da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). A iniciativa visa elevar o percentual de acompanhamento desses indicadores, preconizado pelo Ministério de Desenvolvimento Social.

De acordo com Rita Leone, coordenadora da Condicionalidade Saúde do Bolsa Família da SMS, o programa se apóia em três pilares: saúde, educação e cadastro único. É atribuição da SMS zelar para que os serviços de saúde sejam prestados com maior equidade para esses usuários em todas as unidades de saúde.

“O público alvo são as gestantes e as crianças de até cinco anos. As gestantes já são acompanhadas nas unidades onde fazem o pré-natal, então pedimos que as mães levem seus filhos que são beneficiários do Bolsa Família até a unidade de saúde para que seja feito esse acompanhamento, verificando se cada um deles continuam cumprindo os termos do programa”, explicou Leone.

O acompanhamento deve ser feito com as crianças e gestantes cadastradas duas vezes ao ano. “Muitas famílias não estão cumprindo as condicionalidades, como por exemplo, manter o cartão de vacinação em dia”, explicou a coordenadora. Ela destacou ainda que o fato de os indicadores estarem um pouco abaixo da média se devem a diversos fatores como reformas das unidades de saúde, que suspendem alguns atendimentos; paralisação de servidores; e implantação do e-SUS, que busca unificar o sistema de informação da atenção básica.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.