Cirúrgico. Essa palavra define bem de que forma o CSA venceu o Náutico, no derradeiro domingo (20), pela Copa do Nordeste. Em 20 minutos, a equipe fez três gols e, praticamente, eliminou a expectativa do Timbu de ganhar o segundo jogo seguido no torneio.

Lento em campo, mesmo tendo vencido bem o Atletico-BA, na rodada passada, o time de Recife viu o CSA fazer dois 2 a 0 em dois minutos. Nem o torcedor azulino mais otimista imaginava que aconteceria isso na partida.

Aos 5′, Diego Renan levantou na área, Marcel subiu mais que todo mundo e jogou no canto de Lucas Perri, marcando o 1º gol pelo clube. Instantes depois, após bate-rebate e boa defesa do arqueiro oponente, Givan Santos pegou a sobra e ampliou o placar, também estreando como “atacante”.

Os graves problemas da defesa do Timbu eram nítidos. Quando o time não cometia erros bobos de passe, esquecia de recompor após tentar atacar. O CSA aproveitou bem para fazer mais um gol. Aos 19′, Geovane recebeu de Yann Rolim na entrada da área e finalizou de canhota, com êxito, no cantinho.

Na etapa final, mais tranquilo na partida, Mozart fez algumas alterações, mas o time alagoano não teve o mesmo desempenho. À vista disso, o Náutico avançou a marcação, criou algumas chances de gols e conseguiu fazer o de honra, com Juninho Carpina, aos 35′.

Com a vitória, o CSA chegou aos 11 pontos do Grupo A e encostou no líder Fortaleza, que tem 12. Agora, o foco do time é duelo contra o Atlético-BA, nesta quarta (23), pela Copa do Brasil. O Azulão se classifica se vencer ou empatar.

Fonte: TV Gazeta

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.