Os trabalhadores dos Correios em Alagoas decretaram greve por tempo indeterminado, a partir da meia noite desta terça-feira (18), em protesto contra a perda de praticamente todas as conquistas asseguradas nos últimos trinta anos pelos categoria postal em todo o Brasil.

 A assembleia ocorreu na noite de hoje (17), na Praça Centenário, parte alta de Maceió, e contou com dezenas de carteiros, operadores de triagem e atendentes comerciais que protestaram e estão dispostos a cruzar os braços até que a ECT volte atrás e respeite a luta e o sacrifício que os trabalhadores fizeram para ter algumas garantias que agora estão sendo extirpadas de forma violenta pela administração nacional da ECT.

Segundo os trabalhadores, outro fator decisivo para a greve é o caos administrativo provocado pelo atual superintendente da estatal em Alagoas. O descaso com os assuntos da empresa, a falta de apreço com o trabalhador e nenhum esforço de gestão para assegurar melhores condições de trabalho são elementos que tem gerado muita insatisfação e levado companheiros, que nunca fizeram greve, a aderir ao movimento paredista deste ano por entender ser uma tragédia a atual administração postal no estado.

A adesão da categoria no interior também promete com diversas agências fechando suas portas em apoio ao movimento e em protesto pelo abandono da gestão estadual.

Hoje, trabalhadores dos Correios se concentrarão no atual Centro de Logística de Maceió, localizado no Distrito Industrial, em frente a agência central de Arapiraca e em diversas outras agências do interior.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.