Após assistir as cenas de aglomeração por todo o Estado durante as festas de final de ano, e o consequente aumento de casos de infecção por Covid, por influenza e até pelos dois ao mesmo tempo, o governo de Alagoas anunciou nesta quinta-feira (6) que vai abrir 360 novos leitos para o tratamento dessas doenças. Além disso, foi anunciado o envio de 150 mil testes rápidos de covid-19 para os municípios alagoanos.

Para o atendimento de pessoas com suspeita das duas doenças, foi anunciado também que quatro Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) de Maceió vão funcionar como sentinelas para o atendimento dessas pessoas. Não foram informadas quais as UPAs. Além disso, foi recomendado aos prefeitos, que criem nas cidades unidades sentinelas para reforçar o atendimento.

Trinta novas ambulâncias serão distribuídas também para os municípios alagoanos. Foi destacado que os leitos a serem abertos serão divididos em leitos para covid-19 e leitos para influenza, já que os pacientes não podem dividir o mesmo espaço. O estágio da vacinação de cada município também deve voltar a ser informado diariamente.

RECURSOS FEDERAIS

Conforme a Gazetaweb noticiou em dezembro passado, o Governo Federal divulgou portaria no Diário Oficial da União (DOU) que irá enviar para Alagoas um aporte financeiro de mais de R$ 15 milhões para cerca de 300 leitos de municípios alagoanos, como Arapiraca, Maceió e Coruripe. O valor é destinado a estruturar leitos das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) Tipo II Adulto e Pediátrico, bem como para leitos para atendimento exclusivo dos pacientes com Covid-19.

A transferência é realizada pelo Fundo Nacional de Saúde para os Fundos Estaduais e Municipais de Saúde. Desta forma, o aporte deverá ser administrado tanto pelo Estado de Alagoas, como também pelos municípios que irão receber o valor.

Somente em 2021, entre janeiro e dezembro, já foram autorizados 18,8 mil leitos de UTI Covid, adultos e pediátricos, ao custo de R$ 8,9 bilhões para todo o país. Também são mais de 3,6 mil leitos de suporte ventilatório pulmonar autorizados, dedicados aos pacientes moderados e graves que não precisam de ventilação mecânica, ao custo de R$ 408,5 milhões. O Governo Federal também comprou e entregou para todos os estados do país 17.888 ventiladores pulmonares – 10.109 de UTI e 7.779 de transporte. O investimento total no período já ultrapassa R$ 9,4 bilhões.

Fonte: TV Gazeta

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.