O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes determinou, nesta sexta-feira (18/3), o bloqueio do Telegram no Brasil. Para isso, Moraes decidiu que plataformas digitais e provedores de internet suspendam o aplicativo no país. A informação foi confirmada pelo Metrópoles.

O ministro atendeu pedido elaborado pela Polícia Federal (PF). A corporação assegurou que o app é “notoriamente conhecido por sua postura de não cooperar com autoridades judiciais e policiais”.

Moraes determinou ainda uma multa de R$ 100 mil caso as empresas não bloqueiem o Telegram no país.

Em medida excepcional, o Telegram havia bloqueado, em 26/2, o canal do extremista bolsonarista Allan dos Santos. A rede afirmou que o canal, que tinha 128 mil seguidores, “violou as leis locais”.

O bloqueio foi burlado, no entanto, pelo blogueiro. Foi criado um canal reserva.

O Telegram usado no sistema iOS foi lançado em 14 de agosto de 2013. A versão alfa do Telegram para Android foi lançada oficialmente em 20 de outubro de 2013. Apesar de ter origem na Rússia, a sede do aplicativo fica nos Emirados Árabes.

Até às 15h40 desta sexta, o Telegram ainda poderia ser associado.

Fonte: TV Gazeta

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.