Muito mais que um companheiro, Meghan Markle enxergou no príncipe Harry seu passaporte para um futuro de sucesso, segundo a biógrafa Tina Brown. Na obra recém-lançada The Palace Papers: Inside the House of Windsor, a autora descreve a versão que apurou sobre a saída do casal de Sussex da família real britânica, em 2020.

Em uma narrativa detalhada sobre os últimos 25 anos da realeza, a biógrafa e jornalista reuniu relatos de mais de 120 fontes. As páginas do livro, ao qual o portal The Sun teve acesso, descrevem um príncipe emocionalmente fragilizado, com aversão à imprensa, e uma atriz obstinada e ambiciosa.

A movimentação para deixar para trás a realeza teria começado no final de 2019, segundo a especialista. O livro diz que Meghan e Harry fugiram para o Canadá na época a fim de planejar uma saída com mais liberdade para manejar contratos comerciais, sem ter que abrir mão dos privilégios da família real.

A decisão de seguir em frente com o Sussexit teria sido tomada após o discurso de Natal da rainha, naquele ano. Após reparar o sumiço da foto do casal da bancada que a monarca usa como plano de fundo, a mudança teria motivado uma “birra enorme” do caçula de Diana.

O casal decidiu, então, usar seu recém-criado site Sussex Royal para anunciar suas ambições de um “novo modelo de trabalho”, com planos de “colaborar” com a rainha, como se ela fosse uma parceira em uma série de TV. Claramente, o projeto não foi bem-sucedido e culminou em uma saída turbulenta da Coroa britânica.

No início do relacionamento

A obra ainda traz relatos da época em que os pais de Archie e Lilibet ainda estavam se conhecendo. Brown defende que a estrela de Suits agiu de caso pensado quando conheceu o marido, sempre em busca de “fama e prestígio”.

O casal decidiu, então, usar seu recém-criado site Sussex Royal para anunciar suas ambições de um “novo modelo de trabalho”, com planos de “colaborar” com a rainha, como se ela fosse uma parceira em uma série de TV. Claramente, o projeto não foi bem-sucedido e culminou em uma saída turbulenta da Coroa britânica.

No início do relacionamento

A obra ainda traz relatos da época em que os pais de Archie e Lilibet ainda estavam se conhecendo. Brown defende que a estrela de Suits agiu de caso pensado quando conheceu o marido, sempre em busca de “fama e prestígio”.

Fonte: TV Gazeta

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.