No papo com Fátima Bernardes, Gustavo, de 20 anos, revelou que a última interação com Marília foi um dia antes do acidente. “Às vezes eu paro e penso. Um dia antes, ela conversou comigo, me deu conselhos. Mas a gente está seguindo forte e trabalhando por ela. Isso aqui era um sonho. Vamos continuar por ela”, falou o jovem artista, que faz dupla sertaneja com Dom Vittor.

 

Gustavo ainda revelou a Fátima que a rainha da sofrência era carinhosamente “mandona”. “Sempre fez o papel de mãe, já que a minha passava a mão na minha cabeça. Quando fiquei mais velho e ela também, ficou mandona no sentido de trabalho. No projeto, me mostrava o caminho. Não sabia falar muito bem. Mandava mesmo. Não era uma coisa ruim. Ajudava bastante, tanto que a gente sempre escutava ela”, continuou o cantor.

O jovem acredita que, um mês após a morte da irmã, “a dor já esteja virando saudade”. “Não tenho raiva. Tenho que entender que isso é a realidade. Mas a saudade vai ficar para sempre”, disse.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.