Carlinhos Maia admitiu em vídeo que circula pelas redes sociais que paga a alguns perfis para que escrevam matérias sobre ele. O influenciador é o primeiro artista a confessar ser adepto da prática.

A estratégia é comum para aqueles que patrocinam a Banca Digital, esquema revelado nesta coluna. Nessa espécie de máfia digital, o alcance chega a até 100 milhões de impactos diários.

No vídeo, divulgado pelo Instagram carlinhosmaiadopix, o humorista é bem claro: “Todas essas matérias que vocês estão vendo hoje, fui eu quem pedi à minha assessoria! Eu paguei do meu bolso para que saíssem (na mídia) essas matérias”.

Com atuação semelhante a de um cartel, a Banca Digital pode elevar o perfil de alguma pessoa que esteja disposta a pagar bem pelo trabalho. Ou fazer o inverso, propagando críticas e notícias negativas. O grupo pode cobrar até R$ 200 mil pela divulgação de conteúdos.

Especula-se que para aparecer em todos os perfis da Banca Digital no Instagram, um famoso com a relevância de Carlinhos Maia pague cerca de R$ 80 mil.

Vale lembrar alguns dos perfis que fazem parte da Banca Digital: Tricotei, Central da Fama, Gossip do Dia, MigaSuaLoca, Subcelebrities, XuxaNaNave, Cutucadas, Babados, Rainha Matos, GarotxDoBlog, Alfinetei, Nazaré Amarga, Choquei e Fofoquei.

Fonte: TV Gazeta

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.