Nesta terça-feira (29/3), os membros da realeza britânica se reuniram na Abadia de Westminster para o culto de ação de graças em memória ao falecido príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth. Quase todos os integrantes da dinastia Windsor compareceram à homenagem, exceto Harry e a esposa, Meghan Markle. Eles moram nos Estados Unidos. A ausência do casal na cerimônia virou motivo de burburinho entre os convidados.

Harry é bisneto do homenageado. O duque de Sussex decidiu não comparecer ao evento depois do governo britânico negar que ele, esposa e filhos tivessem segurança privada no Reino Unido. Ex-oficial de proteção do príncipe Philip, Richard Griffin prestigiou o ex-patrão ao ir na solenidade. Em conversa com o Daily Mail, ele contou que os convidados comentaram a respeito do assunto.

“Foi uma grande decepção para todos. As pessoas estavam falando sobre isso. Certamente, onde eu estava, as pessoas diziam que ele deveria estar aqui”, ressaltou Griffin. Ela trabalhou com o duque de Edimburgo por 14 anos.

Ainda em entrevista ao Daily Mail, o ex-segurança definiu o não comparecimento de Harry como: “Toda essa bobagem sobre como ele não conseguiu proteção, no que me diz respeito, foi uma desculpa patética. Ele deveria estar aqui para homenagear o avô. No final das contas, se estivesse tão preocupado com a segurança, ele poderia ter ficado com seu irmão e pai, que têm uma segurança maravilhosa e ele estaria mais do que seguro”.

Até então, os duques de Sussex não divulgaram qualquer mensagem em tributo ao patriarca da dinastia Windsor no site e no Instagram da Fundação Archewell. Em entrevista à Sky News, o veterano fotógrafo real Arthur Edwards “atacou” o neto da rainha Elizabeth, conforme publicou o The Express. “Deveria estar aqui”, comentou o profissional

“Se ele traz sua esposa [Meghan] ou não, não importa”, ressaltou. Durante 40 anos, Edwards acompanhou os integrantes da realeza em turnês pelo mundo. Recentemente, ao participar do podcast I’ve Got News For You Go, o fotógrafo chamou o casal de “miserável” e “deprimente”. Apresentador do programa GMB, o jornalista Richard Madeley fez o seguinte questionamento: “O que ele está fazendo?”.

A ausência do príncipe na homenagem deu o que falar entre os súditos no Twitter. Na rede social, o marido de Meghan Markle foi duramente criticado. “Eu sempre defendo o príncipe Harry, não importa o que aconteça, mas agora não consigo”, exclamou um usuário. Outro escreveu: “É vergonhoso que o príncipe Harry se recusou a comparecer, mas este é o mesmo cara que destruir a família na TV global enquanto o avô estava gravemente doente no hospital”

Fonte: TV Gazeta

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.