A pesquisa mensal do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra que, em Alagoas, o setor de serviços teve alta de 5,4% no mês de julho, sendo o terceiro resultado positivo consecutivo, que foi de 0,6% em junho e de 10,7% em maio. Em comparação com julho de 2020, houve avanço de 40,7%, de acordo com levantamento divulgado nesta terça-feira (14), pelo IBGE.

“Em 2021, somente os meses de janeiro (8,6%) e abril (5%) registraram queda no volume de serviços em Alagoas. Fevereiro (4%) e março (2,6%), por sua vez, foram meses que apresentaram taxas positivas. Nos últimos 12 meses, o volume de serviços no estado alagoano cresceu 2,2%. Foi a primeira taxa positiva para um período acumulado de 12 meses desde janeiro de 2015 (0,1%)”, informa texto do IBGE.

Ainda segundo o IBGE, no Brasil, os serviços cresceram 1,1% de junho para julho e atingiram o maior nível em cinco anos, sendo a quarta taxa positiva seguida, acumulando ganho de 5,8%. “O setor está 3,9% acima do nível pré-pandemia, em fevereiro de 2020, e também alcança o patamar mais elevado desde março de 2016. Mesmo com o avanço, o setor ainda está 7,7% abaixo do recorde histórico, alcançado em novembro de 2014.”

Na comparação com julho de 2020, o volume de serviços avançou 17,8%, quinta taxa positiva consecutiva. No acumulado do ano, o setor cresceu 10,7%, frente a igual período do ano anterior. Em 12 meses, ao passar de 0,4% em junho para 2,9% em julho, manteve a trajetória ascendente iniciada em fevereiro deste ano (-8,6%).

O resultado do setor em julho foi puxado por apenas duas das cinco atividades, em especial, pelos serviços prestados às famílias (3,8%), que acumulam ganho de 38,4% entre abril e julho. Já os serviços profissionais, administrativos e complementares avançaram 0,6%, com crescimento de 4,3% nos últimos três meses, e superaram, pela primeira vez, o patamar pré-pandemia, ficando 0,5% acima de fevereiro de 2020.

Nos serviços prestados às famílias, a pesquisa destaca o desempenho dos segmentos de hotéis, restaurantes, serviços de buffet e parques temáticos, que costumam crescer em julho devido às férias escolares. Já nos serviços profissionais, administrativos e complementares, destaque para as atividades jurídicas, serviços de engenharia e soluções de pagamentos eletrônicos.

Fonte: TV Gazeta

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.