A quantidade de buracos que toma conta da cidade e atormenta toda a população já motivou a aplicação de R$ 12 milhões em multas contra três empresas prestadoras de serviços, devido aos problemas recorrentes causados no saneamento básico e em danos nas vias, ocasionando alagamentos em diversos pontos de Maceió. A ação da Prefeitura de Maceió às empresas BRK Ambiental, Sanama e Sanema leva em consideração os prejuízos causados aos moradores, que enfrentam problemas nas portas de suas casas ou até mesmo motoristas, que têm dificuldade em transitar em várias ruas da capital.

De acordo com o engenheiro civil e de segurança da Secretaria Municipal de Infraestrutura, Sérgio Carnaúba, cada ponto de ação que promova malefício à população rende, a princípio, uma multa avaliada em R$ 67.450. Caso a empresa não recupere em até 48 horas, o valor da multa é majorada por três, ultrapassando os R$ 200 mil em cada local.

A fiscalização tem como base a Lei Municipal N° 6.336, de 2014, na qual aponta que os reparos em serviços mal executados devem ser feitos pela empresa responsável pelo serviço.

“É constante o número de casos de serviços mal prestados pelas empresas, sobretudo de saneamento. É grande o descaso com a população, e a Prefeitura de Maceió está atuando para frear esta prática de fazer o serviço pela metade ou então executar sem o zelo necessário. Muito buracos que vimos nas ruas são provenientes destes serviços”, destacou o engenheiro Sérgio Carnaúba.

Reforço na fiscalização

A Prefeitura de Maceió recebeu um reforço na fiscalização dentro da rede de drenagem. A tecnologia de vídeo inspeção robotizada tem atuado para identificar pontos de obstrução da rede drenagem realizados por empresas de saneamento e pontos de ligação clandestina de esgoto.

Em julho, após realização da limpeza da galeria pluvial por meio de hidrojateamento, desassoreamento e sucção de entulhos, o robô adentrou na rede de drenagem e encontrou a tubulação obstruída no Benedito Bentes, o que estava causando uma série de alagamentos no período chuvoso.

Por meio de nota, a BRK se pronunciou a respeito do assunto. Confira abaixo:

NOTA

Desde quando a BRK assumiu a operação da concessão dos serviços de saneamento da Região Metropolitana de Maceió, em 1° de julho de 2021, a Concessionária foi notificada sobre ocorrências pontuais relacionadas a intervenções realizadas em vias públicas – todas prontamente atendidas dentro dos prazos solicitados. A BRK esclarece, ainda, que as intervenções realizadas em Maceió até o momento priorizaram a manutenção das redes existentes, uma vez que as obras de expansão dos sistemas de água e esgoto da capital estão previstas para serem iniciadas neste segundo semestre.

*Com assessoria

Fonte: tv gazeta

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.