A Prefeitura de Maceió firmou parceria com a Meta, o antigo Facebook, para promover a inclusão digital na orla lagunar. Através de cursos e treinamentos para estudantes da comunidade, a parceria vai ajudar a construir a Maceió do futuro. A iniciativa foi apresentada pelo prefeito de Maceió, JHC, na segunda-feira (28). Maceió é a primeira cidade do Brasil a receber um evento da Meta durante o período de pandemia.

Os cursos serão ofertados por meio do Favela 3D, que, juntos, darão novas possibilidades de profissões para os estudantes. De acordo com o prefeito JHC, a parceria vai potencializar vendas, promover economia criativa e garantir que a nova geração possa auxiliar também nas vendas do pescado e do sururu, por meio do digital. O Favela 3D é uma iniciativa da Prefeitura com a ONG Gerando Falcões e o Instituto Mandaver.

“O digital está cada vez mais presente na nossa vida, é a conexão do mundo para solucionar problemas e problemas complexos. Essa nova geração vem para auxiliar e potencializar essas vendas e dar um novo conceito para esse patrimônio imaterial. Será um divisor de águas e a gente abre a possibilidade, sobretudo, para quem tem contato com a economia digital para ganhar dinheiro no mundo todo. Através dessa provocação que é apresentar a Meta, é que temos a possibilidade de agregar valor, empreender e ganhar dinheiro”, explicou JHC.

O prefeito expôs, ainda, que o Município tem abraçado as oportunidades para que Maceió fique cada vez mais atualizada. “Que a gente possa utilizar esses momentos, para conectar ideias. Isso é um prenúncio do que vamos nos habituar a conviver, e Maceió não podia ficar para trás. Vamos abraçar essa oportunidade para Maceió ser cada vez mais atualizada, e no patamar que merece estar”, concluiu o gestor.

Mário César Vilhena é gerente de relações internacionais da Meta e explicou que a empresa encontrou no Favela 3D a oportunidade de levar os cursos para que as pessoas se conectem numa ótica de olhar para o futuro digno, digital e desenvolvido.

“Depois de diversas conversas que tivemos com a Prefeitura de Maceió, viemos ofertar esses cursos para estudantes que vão construir uma cidade e um país do futuro. O Favela 3D é um projeto encantador de políticas públicas muitos boas, e vimos nele a possibilidade de ofertar nossos cursos”, disse.

União de projetos – O secretário municipal de Governança, Antonio Carvalho, explicou que o Favela 3D é formado pelos pilares da moradia digna e urbanismo social, desenvolvimento social e digital, visando quebrar o ciclo da pobreza no Vergel do Lago.

“Vamos ter o prazer de ter a Meta como parceira para promover a inclusão digital. Sem essas parcerias o programa não seria possível, porque queremos trabalhar as potencialidades dessas futuras gerações, que só vão ter o ciclo da pobreza quebrado se a gente puder oferecer e demonstrar que há possibilidades por meio do digital, por meio do acesso da educação, conversando com aquela comunidade”, disse.

Cursos ofertados – Os estudantes receberão certificado chancelado pela Meta e poderão participar de programas para se conectar com empregadores.

Os cursos ofertados são Cel.lep Estação Hack, que são cursos de programação, desenvolvimento de aplicativos e Inglês instrumental; Recode – Conectando Seu Futuro, que são cursos de ferramentas digitais, futuro do trabalho, desenvolvimento de games, business intelligence, desenvolvimento web e nuvem; Safernet – Cidadão Digital, que consiste em atividades e oficinas para serem desenvolvidas nas escolas públicas focadas em letramento digital, segurança e bem-estar online, educação midiática; Ela Faz História, que é empreendedorismo digital com foco em educação financeira, marketing digital e formalização de negócios, dentre outros.

*com assessoria

Fonte: TV Gazeta

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.