Maceió atingiu na sexta-feira (5) a marca de 70,38% dos adultos totalmente imunizados. Até o momento, 742.783 pessoas foram vacinadas com a primeira dose, o que corresponde a 88,56% da população adulta; e 70,38% da população adolescente com pelo menos uma dose das vacinas contra a Covid-19. A população está atendendo ao chamado da Prefeitura para completar a imunização e só na quinta-feira 5.213 pessoas compareceram aos pontos de vacinação para tomar a segunda dose em Maceió.

Os números colocam Maceió à frente dos índices de cobertura vacinal estadual e nacional, aumentando a segurança sanitária da população. A cobertura com a segunda dose ou vacina de dose única, no Brasil, é de 55,23% e em Alagoas, de 44.59%

Desde o início da pandemia, Maceió colocou em prática medidas para agilizar o fluxo de atendimento e a garantia de maior agilidade na vacinação. O esforço tem se revertido em bons resultados.

“A Prefeitura de Maceió segue, com planejamento e responsabilidade, alcançando os melhores indicadores em cobertura vacinal. Desde janeiro deste ano, quando teve início a campanha de vacinação, a Prefeitura investiu em estrutura, logística e pessoal para que a população de Maceió pudesse, o quanto antes, vislumbrar o controle da pandemia”, afirma o coordenador de Gestão Integrada de Enfrentamento à Covid-19, Claydson Moura.

Também merecem destaque no esforço da Prefeitura para ampliar a cobertura vacinal a passagem do Ônibus da Vacina, por meio de parceria da Prefeitura com o Governo da Alemanha, Mercedes Benz e Cruz Vermelha; a implantação do cartão em braile para inclusão de pessoas com deficiência visual; a criação do portal vacina.maceio.al.gov.br, que elevou os indicadores municipais de transparência de dados sobre a Covid-19, conforme análise divulgada pela Open Knowledge Brasil (OKBR); e o desenvolvimento da ferramenta Filômetro, que permite o monitoramento do fluxo de atendimento nos pontos de vacinação.

Essas são algumas das estratégias que levaram a Prefeitura de Maceió a repetidas lideranças do ranking das capitais com maior eficiência vacinal, segundo o portal LocalizaSUS, do Ministério da Saúde.

A coordenadora de Referência em Síndromes Gripais, Mônica Valença, afirma que o avanço da vacinação em Maceió reduziu a procura por atendimento na unidade sentinela Jorge Quintella Cavalcanti, no Graciliano Ramos. O posto de atendimento é a única unidade em funcionamento para este atendimento.

“Houve uma baixa procura pelo atendimento especializado em outubro e vemos que eles seguem estabilizados, com uma média constante há algum tempo. Isso aconteceu após o avanço da vacinação em Maceió, pois a população está adquirindo resistência ao vírus”, comenta.

Ela reforça que a população precisa seguir com todos os cuidados para que a estabilidade observada neste momento possa avançar para o controle. “É preciso, mais uma vez, reforçar que a população continue fazendo a sua parte, se vacinando, tomando as doses necessárias e continuando com os cuidados, evitando aglomerações, fazendo o uso correto da máscara e higienizando as mãos”, defende Mônica.

Fonte: TV Gazeta

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here