Criminosos estão usando o nome da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Trapiche da Barra para aplicar golpes em Maceió. Tal ação já é conhecida em várias unidades da rede SUS do país.

O crime consiste em pedir dinheiro para familiares de pacientes que receberam alta médica ou estão aguardando regulação na unidade. Por meio de mensagem de aplicativo ou ligação telefônica, os golpistas estão cobrando R$ 750,00 para realização de exames complementares ou custeio do transporte para transferência hospitalar do paciente.

O ISAC – Instituto de Saúde e Cidadania, organização social responsável pela gestão compartilhada da UPA Trapiche da Barra, já registrou Boletim de Ocorrência sobre este crime e orienta que, caso alguém receba este tipo de abordagem, também registre o fato na delegacia.

As unidades do Sistema Único de Saúde são totalmente gratuitas e custeadas com recursos públicos do Município, Estado e SUS – Sistema Único de Saúde. Os colaboradores que atuam nos estabelecimentos de saúde do SUS afirmam que jamais entram em contato com pacientes ou familiares por Whastapp e ligação para pedir dinheiro.

Quem receber essas ligações também pode comunicar o golpe no telefone do SAU -Serviço de Atendimento ao Usuário do ISAC: (63) 9 8467 9515.

*Com assessoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.