Durante os quatro dias intensos de chuvas que atingiram Alagoas, o Corpo de Bombeiros realizou o socorro a 198 pessoas. Os dados foram divulgados neste domingo (29) pela Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP/AL).

Conforme o relatório, entre os dias 25 e 28 de maio, a corporação atendeu a 60 ocorrências que tiveram relação direta com a precipitação elevada. As equipes atenderam ocorrências em 14 regiões inundadas, isolaram seis áreas de risco, atuaram em três desabamentos, quatro deslizamentos, dois danos estruturais, dois afogamentos, resgataram um animal e buscaram por três pessoas desaparecidas.

Além disso, por conta das 25 quedas de árvore que ocorreram na região metropolitana, a corporação disponibilizou uma viatura exclusivamente para o atendimento desse tipo de ocorrência.

Os municípios mais afetados foram Murici, Rio Largo, Penedo, São Miguel dos Campos e Feliz Deserto. Além disso, os municípios de Jacuípe e Rio Largo estão em estado de alerta, devido a probabilidade de mais chuva para os próximos dias e os níveis já elevados registrados nos rios Mundaú e Jacuípe. Maceió, Jequiá da Praia e Coruripe também contabilizaram estragos.

O coordenador do Grupamento de Operações Aéreas e da Defesa Civil Estadual (CEDEC)tenente-coronel Moisés, explicou que a situação foi bastante séria e pode se agravar ainda mais com a continuidade das chuvas.

“Nós tivemos vários municípios com estouro de barragem ou barragem sangrando. Diversas cidades com desabrigados, principalmente na região sul do estado. Rios à beira do transbordamento, como o Rio Mundaú, o Rio Paraíba e o Rio Jacuípe. Na capital tivemos várias ocorrências de queda de árvore, deslizamentos, queda de barreiras e de algumas casas”, relatou.

Fonte: TV Gazeta

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.