iluminar
(SÉRIES) Iluminar – por Ciro Oliveira
Parte 1
(Relato. 20 de Março de 1992)

Eu sempre olhei a vida como algo eterno, e descobrir que é!
A fragilidade da existência está no seu tempo, pois o tempo é algo nulo, mas a sua relatividade nos mostra o quanto somos dependentes dele nesse momento. Há uma era em que sua forma será vazia e existente ao mesmo tempo, dependendo daquele que o ver ou o permiti ser.
O tempo nos mostra a duração a linha em contagem dos segundos, minutos, horas, dias, anos, nos da à noção de que isso é real. Nada como a ciência para explicar tal pensamento.

O que vejo hoje é além das possibilidades humanas. O pensamento vago dá liberdade para a criação, à ação morta sem sentido dá liberdade para o êxito da conquista. É no literal uma transformação. Eu descreveria:
Não podia sentir, agora sinto. Não podia vê, agora vejo.
Descobrir que tenho asas para voar, revelaram-se em mim as verdadeiras certezas, o dom com as frases, o trecho no texto que já estava marcado.
É irrelevante não caminhar, pois há um caminho!
É falta de senso não buscar, pois é preciso de conhecimento!

Quando não há mais chão.
Quando a estrada está escura.
Quando não há segurança para caminhar.
Quando os olhos se fecham.
Quando a cidade se acalma.
Quando o sol no fim de tarde não poderá mais ficar.
A única realidade que você verá, é…
É preciso Iluminar.

Tudo precisa de um começo, se não for assim não haverá sentido.
Há uma chama e há vida lá! No decorrer dos trechos “EU” irei ti mostrar….

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.