A Netflix passa a oferecer, a partir desta terça-feira, games para seus assinantes em todo o mundo. Os jogos poderão ser rodados em aparelhos Android -smartphones e tablets. São cinco títulos -“Stranger Things: 1984”, “Stranger Things 3: The Game”, “Card Blast”, “Shooting Hoops” e “Teeter Up”.

Não é segredo que a Netflix quer dar passos cada vez mais largos em direção ao mundo dos games. A empresa já deu o recado pelo menos duas vezes, em cartas recentes aos seus acionistas, em julho e outubro deste ano. E essa decisão vem com um leve tempero brasileiro.

A empresa de streaming acaba de lançar, há uma semana, “Kate: Collateral Damage”, game desenvolvido por um estúdio de Manaus, baseado em uma das produções originais da plataforma, “Kate”, filme com Mary Elizabeth Winstead, que encarna uma assassina que quer se vingar da Yakuza, a máfia japonesa.

“Foi pura sorte mesmo”, diz Joel Hamon, produtor do Ludic Studios, estúdio amazonense fundado em 2015, então com uma equipe de três pessoas -hoje, são sete. A sorte veio após o pequeno estúdio ter lançado em 2018 um jogo simples, “Akane”, que fez mais sucesso do que os criadores esperavam –segundo Hamon, foram 150 mil cópias vendidas no mundo inteiro, para PC e Switch, a maioria delas nos Estados Unidos e no Japão.

“Akane” é um jogo de sobrevivência, em que o jogador tem de se defender de um sem-número de bandidos da Yakuza, numa Tóquio em pixel art, sombria e repleta de letreiros em neon. O sucesso mundial do jogo brasileiro acabou chamando a atenção de um produtor da Netflix.

Fonte: TV Gazeta

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here