Interditado desde 2016 pela Fiscalização Preventiva Integrada do Rio São Francisco da Tríplice Divisa – FPI, que constatou diversas irregularidades como a falta de licença ambiental, lançamento de efluentes no meio ambiente e ausência de registro nos órgãos de controle e fiscalização, o Matadouro de Delmiro Gouveia tem sido pauta de diversas reuniões lideradas pelo Prefeito Padre Eraldo, desde sua posse em 2017, para que o equipamento seja reformado e entregue à população.

Na manhã desta quinta-feira, 13, no auditório do Fórum de Delmiro Gouveia, o Secretário Estadual de Agricultura, Ronaldo Lessa, o presidente da ADEAL, Carlos Mendonça Neto, equipe do IMA – AL e os Prefeitos e representantes dos 8 municípios do Alto Sertão (Olho D’água do Casado, Piranhas, Delmiro Gouveia, Pariconha, Água Branca, Mata Grande, Inhapi e Canapi) estiveram reunidos junto aos marchantes e comerciantes de carne da região, discutindo o processo de abertura do matadouro e soluções para o abate.

Com o fechamento da unidade de abate de Delmiro Gouveia gerou-se, um grande custo para a comercialização da carne no Alto Sertão, tendo que, obrigatoriamente, os animais serem transportados até Arapiraca.
O Prefeito Padre Eraldo destacou o apoio que o Governador Renan Filho tem dado na busca de uma solução para a abertura do matadouro e se posicionou ao lado dos comerciantes em relação ao alto custo do modelo atual de abate.
“Infelizmente, com o fechamento do Matadouro de Delmiro Gouveia, centenas de famílias perderam seus sustentos e, hoje, está cada vez mais caro realizar o transporte dos animais até Arapiraca. Acompanho e converso sempre com os marchantes da nossa cidade que buscam uma solução rápida para esta situação. Desde que assumi a gestão municipal que tenho conversado com o Governador Renan Filho que colocou sua equipe à disposição para iniciarmos o projeto do novo matadouro. Orçado em R$ 4,5 milhões, Renan Filho garantiu o recurso e, agora, iremos para a fase final do projeto para a construção”.

WhatsApp Image 2019-06-13 at 14.41.02

Ronaldo Lessa, Secretário de Agricultura, explicou quais os próximos passos e se prontificou em buscar outras soluções para reduzir os custos do abate de carne no Alto Sertão.
“O Governador Renan Filho já garantiu os recursos, o próximo passo será a construção do projeto executivo da obra, para que possamos ter tudo aprovado perante os órgãos reguladores e que os trâmites de construção sejam realizados. Porém, sabemos que isto leva algum tempo e que é preciso buscar alguma solução temporária para que as dificuldades dos marchantes e comerciantes sejam sanadas. Na próxima semana estarei reunido com os Secretários Estaduais de Agricultura do Nordeste e irei colocar em pauta a situação do Alto Sertão de Alagoas, na busca de algum formato onde os custos possam ser reduzidos.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.