A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) deAlagoas divulgou, nesta quarta-feira (4), um panorama de todos os registros de infecção provocados por dengue, zika e febre chikungunya em Alagoas. De acordo com o levantamento, seis municípios já se encontram em situação epidêmica por causa da dengue. São eles: Carneiros, Junqueiro, Olivença, Pariconha, Poço das Trincheiras e Santana do Ipanema.

Em fevereiro deste ano, segundo a Vigilância Epidemiológica da Sesau, apenas o município de Olivença encontrava-se em epidemia.

O parâmetro para classificar um município em situação epidêmica é a taxa de incidência superior a 300 casos de dengue notificados para cada 100 mil habitantes.

Em todo o estado, desde o dia 1° de janeiro até 22 de abril, foram notificados 6.134 casos de dengue. O número é menor que o registrado no mesmo período de 2015, quando o estado contabilizou 4.069 notificações da doença.

Para tentar diminuir ainda mais o índice da doença, o estado conta com a ajuda da população. Desde o dia 29 de fevereiro, quando foi lançado para smartphones e tablets, o aplicativo recebeu 1.253 denúncias de focos do Aedes aegypti. Os dados foram coletados até o dia 2 de maio.

Segundo a Sesau, a maioria das denúncias recebidas pelo “Juntos pela Saúde”, nome dado ao aplicativo, foi sobre terrenos baldios, casas abandonadas, entulhos e esgotos localizados em Maceió.

Chikungunya
Os dados divulgados mostram ainda que no mesmo período de 1° de janeiro a 22 de abril de 2016 foram confirmados 367 casos devido a febre Chikungunya em Alagoas. O município de Igaci lidera o ranking de municípios afetados, com 130 pacientes, seguido por Maceió que registrou 80 pacientes afetados. Em terceiro colocado ficou a cidade de Girau do Ponciano, com 40 pacientes.

Santana do Ipanema teve 22 casos, Arapiraca registrou 16, e Maribondo teve 10, assim comoSão Sebastião. Já Craíbas, 7 casos foram constatados. Senador Rui Palmeira e Major Isidoro, 6 casos. Anadia, Carneiros, Igreja Nova tiveram 4 pacientes com a doença. O município dePariconha registrou 3 casos.

Além disso, Barra de Santo Antônio, Água Branca, Cacimbinhas, Coruripe e Flexeiras registraram 2 casos.

Já os municípios de Atalaia, Campo Alegre, Marechal Deodoro, Matriz do Camaragibe, Olivença, Palmeira dos Índios, Pão de Açúcar, Penedo, Pilar, Porto Calvo, Porto de Pedras,Rio Largo, Satuba, Teotônio Vilela e Viçosa só registraram um paciente com Chikungunya.

Zika
Em relação ao Zika Vírus, foram enviadas 543 análises de exames ao Instituto Evandro Chagas para a realização de teste, mas nenhum resultado foi divulgado ainda. Em 2015, foram 34 casos confirmados da doença.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.