Um protesto programado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado de Alagoas (Sinttro/AL) deve deixar Maceió sem circulação de ônibus nesta terça-feira, 10.

A paralisação, de acordo com a assessoria do sindicato, tem como intuito conseguir uma audiência com o Governo para tratar dos índices de violência no setor do transporte público na capital alagoana.

De acordo com nota divulgada pelo Sinttro/AL, oitocentos ônibus que trafegam pela cidade, entre urbanos e metropolitanos, e normalmente saem para a primeira viagem às 4h, permanecerão nas garagens, e os rodoviários cruzarão os braços até que uma reunião seja agendada pelos órgãos competentes. Mais de 120 linhas deixarão de circular, e quatrocentos mil usuários ficarão sem transporte público “até a resolução do impasse”, diz a nota.

O presidente do sindicato, Écio Ângelo, afirmou no comunicado que “a categoria já vem enfrentando um cotidiano violento há bastante tempo e nenhuma medida, até o momento, foi eficiente para freá-la drasticamente”.

“Todo mundo acompanha, através da imprensa, a onda de crimes aos coletivos retratada diariamente. Rodoviários e usuários estão à mercê de bandidos que nada tem a perder e nada é feito para acabar com esse índice lamentável que só cresce”, disse Ângelo.

O sindicalista mencionou que as reuniões realizadas com o Comando do Policiamento da Capital (CPC) ajudam no combate, mas ainda é muito pouco em relação ao nível de organização e de profusão dos meliantes que, ao longo do dia, conseguem cometer assaltos nos mais variados bairros de Maceió.

Em audiência com o Executivo estadual, a direção do sindicato exporá, através de números, a indignação da categoria que todos os dias apresenta relatos de assalto, agressão física e verbal, diuturnamente, em todas as localidades.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.